ACUITY Internet Marketing
Artigos - UMA NOVA VISÃO SOBRE AS MÁQUINAS DE BUSCA NO BRASIL

UMA NOVA VISÃO SOBRE AS MÁQUINAS DE BUSCA NO BRASIL


O crescimento do comércio eletrônico tem superado qualquer expectativa do mercado. Desde 2001, o comércio eletrônico no Brasil cresce com taxas superiores a 40% (76% somente em 2006), excluindo passagens áreas, automóveis e leilões virtuais, segundo a ebit, empresa especializada em comércio eletrônico e marketing online.

Segundo a mesma empresa, o que mais motiva a compra dos e-consumidores é a própria Internet e as marcas, com 69%. Desta porcentagem, o conhecimento da marca é o que mais motiva os e-consumidores, com 19%, e em segundo lugar com 15% advém do uso das máquinas de busca.


Há algum tempo o Comitê Gestor da Internet e o seu órgão CETIC ( Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação ) já incluem os impactos do tópico "Máquinas de busca" em suas pesquisas. E veja o resultado: Das habilidades ligadas ao uso da Internet doméstica em 2006, o uso de mecanismos de buscas aparece em primeiro lugar. Em segunda posição, aparece o envio de e-mails com anexos ( com diferença de aproximadamente 8%).

Máquinas de Busca são ferramentas simples, diretas e extremamente úteis, pois funcionam como grandes oráculos da Internet. Elas armazenam informações de qualquer natureza, e portanto se tornam guias para o internaulta. Um estudo nos EUA comprovou que 80% de todo fluxo da Internet são iniciados por uma máquina de busca.

Veja a divulgação das marcas mais poderosas de 2006, pela BrandZ:
1. Google - 66,434 bilhões de dólares
2. General Electric (GE) - 61,880 bilhões de dólares
3. Microsoft - 54,951 bilhões de dólares
4. Coca-Cola - 44,134 bilhões de dólares
5. China Mobile - 41,214 bilhões de dólares

Inimaginável é que a empresa americana lançada em 1998 conseguiria tal classificação em tão pouco tempo, e que seu negócio seria armazenar e classificar a informação gerada por todas as outras empresas. Para não ficar atrás deste grande mercado, a Microsoft busca aperfeiçoar a sua máquina de busca e suas interfaces de distribuição. E a China Mobile? A quinta colocada anunciou uma proposta de parceria com a número um do mundo.

por Gustavo Elias Siqueira

Adicione o artigo ao del.icio.us     Adicione o artigo ao Digg It     Adicione o artigo ao Linkk     Adicione o artigo ao Rec6 (É necessário logar-se previamente)    
 
Enviar para um amigo | Fale Conosco | Imprimir | Voltar

Copyright © 2007 ACUITY Internet Marketing